Cultura cria linha de apoio de emergência de um milhão de euros

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, afirmou que o Governo vai criar uma linha de apoio de emergência, no valor de um milhão de euros, para ajudar artistas e entidades em situação de maior vulnerabilidade e sem qualquer apoio financeiro.
Em declarações à agência Lusa, a Ministra referiu que esta linha é criada após a declaração de estado de emergência e que será financiada através do Fundo de Fomento Cultural, pretendendo apoiar a criação artística nas artes performativas, artes visuais e cruzamento disciplinar de todas as entidades que não recebem qualquer apoio financeiro e que estão, portanto, numa situação de maior vulnerabilidade neste momento de pandemia, causado pelo surto de Covid-19.
«Sabemos que, neste momento, os projetos não se podem concretizar. O objetivo é podermos, até ao final de 2020, vir a concretizar os projetos que venham agora a ser apoiados nesta linha», acrescentou Graça Fonseca.
A linha só vai entrar em funcionamento após serem definidos procedimentos com representantes do setor e a Ministra referiu que as estruturas artísticas consideradas elegíveis e que ficaram de fora dos últimos concursos de apoio financeiro da Direção-Geral das Artes (DGArtes) poderão recorrer a esta linha de emergência.
Quanto aos concursos da DGArtes, a governante responsável pela pasta da Cultura deixou ainda a garantia da manutenção da verba total de três milhões de euros, já inscrita no Orçamento do Estado para 2020.
A Ministra Graça Fonseca reiterou que o Governo está a tentar encontrar soluções para o futuro, «nunca perdendo a noção de que a normalidade regressará».
Nesse sentido, dirigiu também um apelo aos autarcas no sentido de concretizarem uma estratégia nacional que privilegie sempre que possível o adiamento e reagendamento dos espetáculos em detrimento do seu cancelamento.

Informação em atualização aqui: https://www.culturacovid19.gov.pt/

Scroll to Top