Fundação Calouste Gulbenkian lança linha de Apoio de Emergência aos Artistas e à Cultura

A Fundação Calouste Gulbenkian abriu uma linha de Apoio de Emergência aos Artistas e à Cultura, na área das Artes Visuais, Dança, Música e Teatro, destinada a artistas, técnicos e demais profissionais especializados, bem como instituições privadas sem fins lucrativos de produção artística.

A área governativa da Cultura e a Fundação Calouste Gulbenkian estão, desta forma, a conjugar esforços para abranger um número maior e mais diversificado de artistas, técnicos e entidades: a Fundação com o referido concurso de Apoio de Emergência aos Artistas e à Cultura e o Ministério da Cultura com a Linha de Apoio de Emergência ao Setor das Artes.

Assim, através desta medida, a Fundação Calouste Gulbenkian vem apoiar artistas, estruturas e outros profissionais deste setor face à perda de rendimentos resultante do cancelamento de concertos, espetáculos, ou exposições em virtude da situação epidemiológica Covid-19.

O montante do apoio financeiro será determinado pela Fundação Calouste Gulbenkian, até um máximo de 20.000€ para estruturas de produção artística e de 2.500€ para artistas e técnicos.

Esta iniciativa insere-se no âmbito do Fundo de Emergência criado pela Fundação Calouste Gulbenkian e que abrange os domínios da saúde, ciência, sociedade civil, educação e cultura.

Como foi referido pela Ministra da Cultura na sua Mensagem em vídeo , “todos podem ter um papel importante neste momento, por exemplo, as entidades nacionais, como a Direção-Geral das Artes e os Teatros Nacionais, assumiram todos os seus compromissos, mantiveram todas as contratações e os pagamentos às entidades que viram a sua programação cancelada. Apelo a todos, a todas as entidades que possam replicar estes bons exemplos que temos procurado dar”.

Regulamento disponível em: https://content.gulbenkian.pt/wp-content/uploads/2020/03/29182429/Apoio-Emerg%C3%AAncia-Cultura-Regulamento.pdf

Scroll to Top